Coisas do Mundo

Apesar do peso da internet, o papel já provou que não vai sair de moda. Muito menos o simultaneamente elegante e rústico papel de flores, que encontramos em locais tão distantes como o Nepal, Myanmar, Moçambique ou Madagáscar.

[click to continue…]

{ 2 comments }

2 Comentários.

Mamallapuram é uma Índia de rochas, penedos e obras de arte feitas em pedra. Numa insuspeitada aldeia de pescadores na costa do estado do Tamil Nadu, onde não se esperava ver mais do que barcos, redes, e a costumeira ida e vinda de ondas de espuma branca a espraiarem-se na areia branca.

[click to continue…]

{ 0 comments }

Sem Comentários.

O Boom Festival, em Idanha- a Nova, não é mais um festival de música para entreter o verão. Apesar de ter três palcos a funcionar 24 horas por dia, aqui o assunto vai muito para além da música.

      000

[click to continue…]

{ 9 comments }

9 Comentários.

Em Madagáscar subsiste a cultura da auto-suficiência própria de quem tem falta de meios. Ou seja, há artistas talentosos que o são contra a sua própria vontade. E a palha é um dos materiais que mais brilha nos mercados.

Em Madagáscar, os chapéus tradicionais ainda são fabricados manualmente e vendidos nos mercados.

[click to continue…]

{ 0 comments }

Sem Comentários.

Os kalash vivem num recanto montanhoso do Paquistão, junto ao Afeganistão. São o último povo pagão hindo-europeu do mundo. Sitiados e em resistência contra a intolerância religiosa e o menosprezo dos governos, já só restam cerca de três mil…

[click to continue…]

{ 2 comments }

2 Comentários.

Quando viajo, o quarto de hotel onde fico é a coisa que menos importância tem. Tamanho, televisão, minibar e telefone, são qualidades que ignoro completamente em proveito de uma outra: limpeza.

Talvez o melhor quarto da minha vida: uma tenda quirguiz.

[click to continue…]

{ 0 comments }

Sem Comentários.

Encontrei pela primeira vez tuaregues “a sério” na Líbia. E depois de conviver alguns meses com estes descendentes dos berberes também no Níger, percebi porque é que andam aí tantas imitações.

[click to continue…]

{ 0 comments }

Sem Comentários.

No Níger, uma cabaça não é apenas uma abóbora: as cabaças são comidas e recicladas como objetos úteis. Já são poucos os artesãos que resistem à invasão dos plásticos chineses, mas ainda encontrámos alguns, nos mercados de Agadez e de  Zinder.

[click to continue…]

{ 0 comments }

Sem Comentários.

Quando se celebra um Dia Mundial, geralmente é para lembrar qualquer coisa que nunca devíamos esquecer: a Mãe, o Pai, a Biodiversidade, os Museus, a Criança…

[click to continue…]

{ 4 comments }

4 Comentários.

A região do Kutch, na Índia, é conhecida pelas suas artes têxteis, como os bordados. Aqui os fios pregam a vida ao tecido – bichos, plantas, seres humanos –, ou reinventam-na através de desenhos geométricos e de pequenos espelhos que a refletem.

[click to continue…]

{ 5 comments }

5 Comentários.