Lugares Improváveis

Dilijan é uma pequena cidade no norte da Arménia, conhecida como “Suíça” pelo seu cenário montanhoso. Este é provavelmente o melhor lugar do país para ver o inverno nascer depois do outono, as folhas douradas das árvores passarem a ramos brancos gelados…

P1080859_resize

[click to continue…]

{ 0 comments }

Sem Comentários.

Mandu é como um sonho, um lugar quase irreal onde pessoas e palácios, campos cultivados e monumentos históricos convivem num cenário histórico digno de um filme. Fica na Índia, claro.

[click to continue…]

{ 2 comments }

2 Comentários.

S. Pedro de Atacama, no Chile, não é só um oásis no deserto mais seco do mundo e centro da cultura atacamense; a pequena e pitoresca aldeia tornou-se também um ponto de passagem obrigatório para turistas independentes.

EPV0013-(3)_resize

[click to continue…]

{ 4 comments }

4 Comentários.

Dos poucos turistas que chegam à Arménia, são ainda menos os que se dignam explorar o sul, nas proximidades das fronteiras com o Irão e o Azerbaijão, a não ser em incursões rápidas de um dia para visitar o famoso mosteiro de Tatev. Não sabem o que perdem: a cidade de Goris, encaixada num vale verde entre montanhas, e uma pequena Capadócia de torres e grutas recortadas na rocha são uma surpresa inquietante, que vale bem um par de dias. Quanto aos habitantes, parecem concentrar toda a humildade e gentileza que existe no coração dos arménios.

Mosteiro de Tatev

[click to continue…]

{ 16 comments }

16 Comentários.

Construídos ou simplesmente eleitos pelo homem, há dezenas de lugares sagrados na Ásia que, pelas suas características bizarras, acontecimentos extraordinários ou obras sumptuosas, atraem milhares de pessoas todos os anos em peregrinação.

[click to continue…]

{ 0 comments }

Sem Comentários.

Ghadamès é uma cidade-oásis que pertence à Líbia, na confluência das fronteiras com a Argélia e a Tunísia. Neste momento é o exemplo perfeito dos lugares fantásticos fora do alcance dos visitantes, por causa de guerras e instabilidades políticas que nos ameaçam a todos – sobretudo quem lá vive.

[click to continue…]

{ 4 comments }

4 Comentários.

O Parque Nacional Ankarafantsika, em Madagáscar, é dos mais acessíveis do país. Para além disso tem grutas onde dizem que há crocodilos, uma floresta densa cheia de fauna insólita, e um desfiladeiro colorido digno de Marte. E quando o guia faz parte das curiosidades, a visita ainda se torna mais interessante.

[click to continue…]

{ 0 comments }

Sem Comentários.

No sul de França, há um lugar onde índios, cowboys e bisontes não ficavam nada mal na paisagem: é o Colorado Provençal, onde o calor reina quase todo o ano e o ocre põe a terra da cor do fogo.

[click to continue…]

{ 0 comments }

Sem Comentários.

Diz a lenda que Adão aterrou no Sri Lanka quando foi expulso do Paraíso, e deixou uma pegada onde é hoje o Pico de Adão. Numa madrugada chuvosa, seguimos os passos do pai mítico e vencemos os degraus que levam ao cume do Adam’s Peak, a peregrinação mais importante do país para cristãos, muçulmanos, budistas e hindus.

Nascer do dia no cume do Adam’s Peak

[click to continue…]

{ 0 comments }

Sem Comentários.

No Tajiquistão, apesar de haver transportes públicos que partem quando estão cheios, a viagem entre Khorog e a capital, Duchambé, pode ser complicada…

Paragem para almoço na estrada para Duchambé

[click to continue…]

{ 2 comments }

2 Comentários.