Lugares Improváveis

No Tajiquistão, apesar de haver transportes públicos que partem quando estão cheios, a viagem entre Khorog e a capital, Duchambé, pode ser complicada…

Paragem para almoço na estrada para Duchambé

[click to continue…]

{ 2 comments }

2 Comentários.

Na Índia há pontes vivas, que continuam a crescer. São uma obra de arte profundamente ecológica e desempenham um papel importantíssimo em Meghalaya, uma das áreas mais chuvosas do planeta.

Ponte viva de dois tabuleiros em Nongriat, Meghalaya

[click to continue…]

{ 6 comments }

6 Comentários.

Uma das zonas mais acessíveis para um trekking no Quirguistão é a de Karakol, junto aos montes Tian Shan: em apenas três ou quatro dias de marcha podemos descobrir vales, montes e florestas de uma beleza pura…

[click to continue…]

{ 0 comments }

Sem Comentários.

Na China há liberdade de culto desde que não se dê muito nas vistas. Xiahe fica num canto escondido deste grande país, e por isso pode dar-se ao luxo de combinar templos chineses, mesquitas, e o importante mosteiro budista tibetano de Labrang.

[click to continue…]

{ 0 comments }

Sem Comentários.

O Monte Olimpo é o céu dos deuses gregos. O único onde se pode subir com vida e regressar quando quisermos. Ergue-se dramaticamente a 2.917 metros de altitude, como um varandim sobre montes, vales e mar, e o seu caráter sagrado é reconhecido desde a Antiguidade.

[click to continue…]

{ 16 comments }

16 Comentários.

Tupiza fica no sul da Bolívia, fora das maiores rotas turísticas deste país andino. Fui lá parar por acaso, mas o seu vale verde e fértil, encaixado a quase 3.000 metros de altitude entre montanhas vermelhas e secas, convenceu-me a ficar um par de dias – e a montar um cavalo pela primeira vez na vida, para explorar os arredores.

[click to continue…]

{ 0 comments }

Sem Comentários.

Os investigadores internacionais chegam de helicóptero a este remoto jardim de petroglifos com mais de 4.000 anos, algures nas montanhas da Quirguízia, na Ásia Central. Os comuns mortais conseguem fazer o percurso de jipe e a pé, por um estreito vale onde uma tardia placa de gelo resiste ao verão. A beleza natural do local, a abundância e a nitidez das gravuras rupestres recompensam todo o esforço.

[click to continue…]

{ 0 comments }

Sem Comentários.

Grandes áreas de florestas tropicais fossilizadas aguardam os visitantes dos Monumentos Nacionais Bosques Petrificados, em plena Patagónia argentina. Uma bela visão de Apocalipse, que se repete em outros locais da América do Sul.

[click to continue…]

{ 0 comments }

Sem Comentários.

Se o subirmos numa manhã de nevoeiro e chuva miudinha, o monte Nemrut Dag é o protótipo do lugar misterioso. O silêncio interrompido pelo resvalar da gravilha e as nuvens de tempestade fazem crescer uma espécie de tensão no ar – e porque estão ali as grandes cabeças de pedra? A Turquia tem muitos segredos…

[click to continue…]

{ 0 comments }

Sem Comentários.

Um grande terramoto ocorreu no Irão em 2003, e uma das suas vítimas mais famosas foram as ruínas da antiga fortaleza de Bam. Conhecida por Arg-é-Bam, importante entreposto da Rota da Seda considerado Património Mundial da Humanidade pela UNESCO, a cidadela estava a ser restaurada quando a visitei, e é assim que a quero recordar: bela e quase irreal.

[click to continue…]

{ 3 comments }

3 Comentários.