Gobi Aloo Saag Balti

Receitas

O nome pode ser exótico, mas o significado é bastante prosaico: couve-flor, batatas e espinafres. Aqui está um dos pratos vegetarianos mais comuns no Paquistão, cozinhado à maneira balti: num wok.

Paquistão: cozinha balti (com wok)

A cozinha balti é originária da região do Baltistão, no norte do Paquistão. Os seus primeiros habitantes foram nómadas vindos do Tibete, que aqui se instalaram com toda a sua parafernália portátil, e um dos utensílios de cozinha que trouxeram foi  um wok de ferro, conhecido por karahi, que ficou desde aí ligado à cozinha da região (embora também seja usado em todo o país e no norte da Índia).

O paladar e a simplicidade da confeção são caraterísticas essenciais da comida balti, até porque o karahi permite fazer “tudo em um”: pousado sobre o fogo ou sobre um bico de gás serve para fritar ou fazer estufados que podem ser comidos diretamente do recipiente; virado ao contrário serve para cozer o naan, pão tradicional que serve de talher em praticamente todas as refeições.

Folhas de Caril , sementes de mostarda e de cominhos, e folhas de feno-grego

Receita de Gobi Aloo Saag (couve-flor, batata, espinafres)

As combinações de legumes podem variar, e dependem sobretudo do que está disponível na época. Batata, couve-flor e espinafres são dos mais fáceis de encontrar nos mercados.

Muito fácil de fazer, esta receita é ótima para aproveitar couve-flor e batata já cozidas, que sobraram de outras refeições. A única “complicação” é precisar de algumas especiarias menos comuns, como o feno-grego ou as folhas de caril, que podem ser compradas em casas especializadas em comida oriental. Fica muito bem servido com arroz branco tipo basmati, ou com naan, à maneira tradicional.

É preciso: 150 gr de tomates em pedaços, 225 gr de batata cozida (e descascada), 225 gr de couve-flor cozida (cozida a vapor mantém o sabor intacto), 225 gr de espinafres picados, 4 dentes de alho picados e 2 colheres de sopa de óleo de amendoim.

Temperos: 1/2 colher de chá de sementes de mostarda negra, ½ colher de chá de sementes de cominhos, ¼ de colher de chá de feno-grego, 6 folhas de caril, 1/2 colher de chá de piripíri em pó (opcional mas tradicional…), ½ colher de chá de curcuma, 1 ½ colher de chá de sementes de coentro em pó, 1 colher de chá de cominhos em pó, ½ colher de chá de curcuma, ½ colher de chá de garam masala, e sal a gosto.

Aquecer o karahi e juntar ao lume o óleo e as sementes, feno-grego e folhas de caril. Aloirar um minuto e juntar o alho e as especiarias em pó – à exceção da garam masala. Juntar os tomates e deixar desfazer. Introduzir no molho os espinafres e mexer. Deixar cozinhar tapado uns dois minutos. Por fim, juntar os legumes cozidos, a garam masala, e temperar com sal. Se necessário pode acrescentar um pouco de água – nesse caso não se esqueça de verificar o tempero.

O Baltistão fica imediatamente a norte da região do Caxemira, nos montes Karakorum. É uma terra inóspita, de glaciares gigantescos – como o Baltoro, que cobre 1.200 quilómetros quadrados – e picos de grande altitude. Na região ficam quatro das catorze montanhas com mais de 8.000 metros do planeta, entre eles o K2 (ao fundo, na imagem), a segunda mais alta a seguir ao Evereste.


Pub


Quando viajo faço sempre um seguro de viagem pela Nomads


Cate Março 30, 2013 às 8:44

I’ve got to try it!!! Looks very tasty!!! :-))

Responder

Comedores de Paisagem Abril 8, 2013 às 9:08

You should! Simple and delicious…

Responder

Maria Lucinda Almeida Junho 17, 2015 às 22:37

Sou grande apreciadora da comida indiana e paquistanesa, e saudável e deliciosa

Responder

Comedores de Paisagem Junho 18, 2015 às 16:08

Também eu, Lucinda! :)

Responder

catarina preto Agosto 13, 2016 às 12:26

como grande apreciadora de comida e sabores diferentes gostaria de me manter informada das maravilhas que vão colocando por aqui.

Responder

Comedores de Paisagem Setembro 2, 2016 às 11:30

Catarina, vá passando por aqui e pela página no Facebook!

Responder

Deixe o seu comentário!