paquistão

Trekking é uma palavra de origem sul-africana que significa seguir um trilho. Não é alpinismo, não implica escalada – apenas caminhar, o exercício mais natural do mundo.

[click to continue…]

{ 0 comments }

Sem Comentários.

Os kalash vivem num recanto montanhoso do Paquistão, junto ao Afeganistão. São o último povo pagão hindo-europeu do mundo. Sitiados e em resistência contra a intolerância religiosa e o menosprezo dos governos, já só restam cerca de três mil…

[click to continue…]

{ 2 comments }

2 Comentários.

O nome pode ser exótico, mas o significado é bastante prosaico: couve-flor, batatas e espinafres. Aqui está um dos pratos vegetarianos mais comuns no Paquistão, cozinhado à maneira balti: num wok.

[click to continue…]

{ 6 comments }

6 Comentários.

O norte do Paquistão é uma zona extremamente montanhosa, onde terminam os Himalaias e começam as montanhas do Karakorum e do Hindu Kush. Um curto trekking de três dias leva-nos até ao campo-base do  monte Rakaposhi através de uma zona inóspita e agreste, onde a sobrevivência da esparsa população depende da agricultura e alguns rebanhos de ovelhas, cabras e iaques.

[click to continue…]

{ 0 comments }

Sem Comentários.

Xangri La é sinónimo de paz e bem-estar; uma espécie de paraíso terrestre onde se pode viver uma vida longa e feliz. A ideia foi popularizada pela cultura hippie dos anos 60, transformou-se numa utopia de culto e foi rapidamente aproveitada pelo negócio do turismo.

Aldeia “perdida” no vale de Solu, Nepal

[click to continue…]

{ 4 comments }

4 Comentários.

Onde os Rios têm Marés é o meu primeiro e único livro, enquanto o segundo anda por aí a borbulhar. Foi escrito quando comecei a ter vontade de registar algumas das histórias de viagem, que durante anos andei (e ando) a contar aos amigos.

[click to continue…]

{ 4 comments }

4 Comentários.